.mais sobre nós

http://invictus-criativos.hi5.com

.citação

"Orgulhosamente invicta e tripeira, aí está a emblemática cidade do Porto."

Site das Pousadas da Juventude

.foto

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

.a cidade em música

.Setembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.tags

. todas as tags

.posts recentes

. Red Bull Air Race, primei...

. Da Televisão para a Expos...

. Pousada da Juventude do P...

. Bike Tour Porto

. Final do Ano Lectivo

.arquivos

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

.pesquisa

 
blogs SAPO

.subscrever feeds

Sexta-feira, 23 de Maio de 2008

O Porto na perspectiva da Ana Nunes

A minha cidade encontra-se verdadeiramente entre a serra e o mar. De um lado os vales e montes de Valongo e Rio Tinto entre outras localidades, do outro o grande oceano Atlântico.

 

E é esta dualidade que confere ao Porto muita da sua alma e da sua história. Conhecido mundialmente pelo sue vinho, feito nas montanhas, o povo da Invicta ganhou a sua alcunha de Tripeiros por auxiliarem as Naus que partiam pelo mar fora, cedendo-lhes a melhor carne dos porcos e ficando apenas com as tripas.

 

Assim escolhi para a minha pin-hole a praia do Homem do Leme. Tenho muito orgulho em ser tripeira e mais ainda no facto de esta belíssima praia ter alcançado este ano o estatuto de bandeira azul (ou seja, é 26 vezes melhor do que uma praia considerada própria para banhistas).

 

Deixo-vos com a letra de uma fantástica música dedicada ao Homem do Leme:

 

Sozinho na noite
um barco ruma para onde vai.
Uma luz no escuro brilha a direito
ofusca as demais.
 
E mais que uma onda, mais que uma maré...
Tentaram prendê-lo impor-lhe uma fé...
Mas, vogando à vontade, rompendo a saudade,
vai quem já nada teme, vai o homem do leme...
 
E uma vontade de rir nasce do fundo do ser.
E uma vontade de ir, correr o mundo e partir,
a vida é sempre a perder...
 
No fundo do mar
jazem os outros, os que lá ficaram.
Em dias cinzentos
descanso eterno lá encontraram.
 
E mais que uma onda, mais que uma maré...
Tentaram prendê-lo, impor-lhe uma fé...
Mas, vogando à vontade, rompendo a saudade,
vai quem já nada teme, vai o homem do leme...
 
E uma vontade de rir nasce do fundo do ser.
E uma vontade de ir, correr o mundo e partir,
a vida é sempre a perder...
 
No fundo horizonte
sopra o murmúrio para onde vai.
No fundo do tempo
foge o futuro, é tarde demais...
 
E uma vontade de rir nasce do fundo do ser.
E uma vontade de ir, correr o mundo e partir,
a vida é sempre a perder...  

publicado por Invictus às 22:01

link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Anónimo a 26 de Maio de 2008 às 23:23
Não posso deixar de vos felicitar pela magnifica participação neste concurso promovido pela UA.
O trabalho que desenvolveram mostrou-se excelente em todas as vertentes e sem dúvida que terminaram no auge, com a apresentação aos pais e lançamento do vosso livro. Apesar de vos conhecer e saber das vossas potencialidades, ultrapassaram de longe as minhas expectativas. PARABÉNS pelas competências que adquiriram, pelo Porto que descobriram, pelas amizades que travaram e acima de tudo pela determinação em atingir o fim a que se propuseram.
LL

Comentar post

Mississippi Jones Act

.sabia que...

desde 18 de Abril o Porto passou a ter um Código Regulamentar do Município?

.dá a tua opinião

Qual a melhor forma de divulgar uma noticia no Porto?
Jornais
Radio
Revistas
Passa-palavra
Outdoors
Televisao

.sugestão cultural

Galeria Internacional do Cartoon

Museu Nacional da Imprensa

.links