.mais sobre nós

http://invictus-criativos.hi5.com

.citação

"Orgulhosamente invicta e tripeira, aí está a emblemática cidade do Porto."

Site das Pousadas da Juventude

.foto

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

.a cidade em música

.Setembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.tags

. todas as tags

.posts recentes

. Reflexão - Animação

.arquivos

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

.pesquisa

 
blogs SAPO

.subscrever feeds

Segunda-feira, 12 de Maio de 2008

Reflexão - Animação

A vertente da animação e da ocupação do espaço urbano envolvendo, para tal, a comunidade, é uma das apostas mais credíveis e mais em voga no actual panorama portuense e mundial.

 

Uma cidade que cative cada vez mais turistas, que desperte o interesse dos estrangeiros, mas principalmente o dos seus conterrâneos, deve ser tomada como um exemplo para o país. A ausência de grandes eventos, ou pelo menos a falta da sua divulgação, fez-nos acreditar que este é um tema que deveria estar mais projectado na cidade do Porto.

 

Ficamos com um conhecimento mais profundo acerca dos objectivos da empresa PortoLazer, quando questionamos o Dr. Álvaro Castelo Branco, actual vice-presidente da Câmara Municipal do Porto. A sua criação foi uma das apostas recentes para a mobilização e para o despertar do interesse da população pela sua cidade. A PortoLazer, cujo objectivo passa por “projectar a cidade no futuro”, já trouxe ao Porto grandes iniciativas, como a adaptação de uma pista de gelo na Rua 31 de Janeiro, a organização do Circuito da Boavista e do Porto Open, o acolhimento do Red Bull Air Races e assegurou, mais recentemente, a animação natalícia através do projecto “Porto D’Oiro”, com tendas temáticas espalhadas por toda a cidade. Contudo, a pergunta que colocamos é aonde está essa mobilização de pessoas e essa animação no dia-a-dia da cidade?

 

Após uma reflexão cuidada, verificando a possibilidade da organização de tais eventos, pusemos de parte uma possível Feira Medieval, após o contacto com o Dr. Carlos Martins, responsável pela organização desta iniciativa em Santa Maria da Feira, que nos alertou acerca da grandeza da cidade e da dificuldade do aproveitamento da zona histórica. Tomando como exemplo a cidade de Londres, pensamos numa possível organização do Royal DeLuxe, um colossal espectáculo que foca as suas atenções em dois protagonistas que, inicialmente em lados opostos da cidade, vão divertindo e animando a população enquanto caminham ao encontro um do outro ao longo de um determinado espaço de tempo. Claro que esta iniciativa teria de se minuciosamente preparada e que a cidade não estaria apta para a receber hoje, mas seria certamente uma boa ideia a longo prazo.

 

Outra iniciativa seria a colocação de animadores de rua: palhaços a fazerem balões, malabaristas a impressionarem todos os que passassem, grupos de dança a lançarem-se para uma possível carreira. Tudo isto teria de ser autorizado e possivelmente financiado pela Câmara, através de uma organização de cada espaço e regularização de tempos de actuação, de forma a promover a alegria nas ruas. Os espaços ideais seriam a Avenida dos Aliados e a Rua de Sta. Catarina, invariavelmente os pontos de passagem quase obrigatórios nas rotinas do dia-a-dia. Por outro lado, a alma destas ruas seria revitalizada com a colocação de roullotes de rastreios de saúde asseguradas pelos alunos das Faculdades de Medicina e Medicina Dentária da Universidade do Porto.

 

O aproveitamento efectivo do Mercado Ferreira Borges era mais uma das apostas que reflectimos. A realização de feiras temáticas com a coordenação das escolas primárias ou ATL’s poderiam ocupar durante curtos espaços de tempo o Mercado e atrair mais gente a este espaço cultural da cidade. Os ATL’s poderiam também assegurar uma parceria com os lares da terceira idade da cidade, tendo em vista a realização de actividades com avós e netos, que ocupariam certamente os tempos livres de ambos. Os locais ideais para a organização deste tipo de eventos seriam o Parque da Cidade e o Passeio Alegre, cujos espaços poderiam ser aproveitados para actividades mais regulares e que envolveriam toda a população, como por exemplo as Corridas Municipais ou então organizações como a Massa Crítica.

 

Apoiamos também os eventos que ocorrem em centros comerciais, como é exemplo o Dolce Vita Porto. Tomamos conhecimento da facilidade em obter uma autorização para publicitar um ginásio ou um grupo de capoeira, ou até mobilizar os mais pequenos em concursos de xadrez, matemática ou literatura. Estas apostas são bastante positivas, na medida em que captam a atenção de todos os que por lá passeiam, e um possível acordo com a Direcção de Marketing do centro comercial poderá proporcionar uma iniciativa destas a baixíssimos custos.

 

Por fim, mas não menos importante, propomos uma revitalização dos teatros e coliseus da cidade, que por vezes parecem deixados ao abandono. Um grande evento, como é exemplo o Rock in Rio, devidamente publicitado e alternando entre os diversos espaços culturais da cidade, iria dar-lhes mais vida e mais visitantes. Por outro lado, espectáculos consagrados como a “Música no Coração”, que está a terminar a sua exibição no Rivoli, deveriam ser mais abundantes e deveria ser feito um maior esforço por parte dos vereadores e dos directores dos teatros para que o Porto recupere a sua mística. Sem dúvida que a criação de mais postos de turismo, espalhados pela cidade, contribuiria em muito para a divulgação destas iniciativas.

 

Uma cidade mais animada é tudo o que pedimos e lutamos.

 

Queremos ver o Porto reconhecido, desta vez como um exemplo para Portugal e para o Mundo.

publicado por Invictus às 18:58

link do post | comentar | favorito
|
Mississippi Jones Act

.sabia que...

desde 18 de Abril o Porto passou a ter um Código Regulamentar do Município?

.dá a tua opinião

Qual a melhor forma de divulgar uma noticia no Porto?
Jornais
Radio
Revistas
Passa-palavra
Outdoors
Televisao

.sugestão cultural

Galeria Internacional do Cartoon

Museu Nacional da Imprensa

.links